Texto teatral - DAR TESTEMUNHO DE DEUS - 12º Domingo Tempo Comum - Ano A




TESTEMUNHO DE DEUS
12o Domingo do Tempo Comum – Ano A
Mateus 10, 26-33
de Emílio Carlos

(entram Zequinha e sua mãe)

ZEQUINHA – Eu gostei da missa, mãe!

MÃE – Eu também, Zequinha.

ZEQUINHA – Sabe aquilo que Jesus falou? Sobre a gente declarar que acredita nele?

MÃE – Sei, Zequinha.

ZEQUINHA – Então, mãe: eu queria fazer isso sempre. Lá no recreio da escola eu falo sobre Jesus.

MÃE – Que bom, meu filho!

ZEQUINHA – Mas ninguém me escuta. Eles só querem brincar, correr, jogar bola. Ninguém me
escuta falar de Deus.

MÃE – Sente aqui, meu filho. (sentam-se nos degraus do altar) Sabe Zequinha: a gente pode falar
de Jesus pra todo mundo.

ZEQUINHA – Isso eu faço, mãe! Mas não dá certo.

MÃE – Mas existe outro jeito de você dar um testemunho da sua fé.

ZEQUINHA – Que jeito, mãe?

MÃE – Com sua vida, meu filho. Com as suas atitudes.

ZEQUINHA – Como assim?

MÃE – Sendo correto, comportado, só falando coisas boas, respeitando os colegas…

ZEQUINHA - ... respeitando os professores…

MÃE – Isso mesmo, Zequinha: sua vida pode mostrar que você acredita em Jesus, que você segue
Jesus.

ZEQUINHA – Eu sigo Jesus. E quero fazer tudo que ele me ensinou.

MÃE – Muito bem, meu filho. Ponha tudo o que Jesus ensina em prática, na sua vida. Daí você vai
dar um bom exemplo para todos.

ZEQUINHA – Eu posso falar de Jesus também?

MÃE – Claro, meu filho!

ZEQUINHA – Que bom, mãe!

MÃE – Que a sua vida seja um testemunho vivo de Jesus em seu coração.

ZEQUINHA – (se levanta) Então vamos pra casa que eu quero fazer um desenho de Jesus para pôr
na capa do meu caderno.

MÃE – (levanta) Vamos sim.

ZEQUINHA – (ao público) Tchau pra vocês! Tchau!

MÃE – Tchau!
(saem)


F i m


Esse texto faz parte da coleção de livros Teatro na Missa das Crianças e na Catequese.
Você pode adquirir um dos livros ou o kit completo.
Disponível em livros digitais e DVD-livros.
Saiba mais na nossa lojinha:
www.tvcriancacatolica.com.br/lojinha


www.tvcriancacatolica.com.br










www.tvnossasenhoradefatima.com.br








http://www.apenossasenhoradefatima.com.br/p/blog-page_6.html
http://teatronamissadascriancas.blogspot.com.br/p/quem-somos-nos.html













Texto teatral - Os 12 Discípulos - 11º Domingo Tempo Comum Ano A




OS 12 DISCÍPULOS
11º Domingo do Tempo Comum – Ano A
Mateus 9, 36-10,8
de Emílio Carlos

JOCA – (entra) Oi pessoal!

CLARINHA – (entra) Oi pessoal!

JOCA – Oi, oi, oi, oi!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oi, oi, oi, oi!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oi, Clarinha!

CLARINHA – Oi, Joca!

JOCA – Oi, padre!

CLARINHA – Oi, padre!

JOCA – Oi, Clarinha!

CLARINHA – Joca: você já disse oi pra mim.

JOCA – Ah... então vou dizer oi pro padre.

CLARINHA – Joca: você acabou de dizer oi para o padre.

JOCA – Então... então vou dizer oi para as crianças.

CLARINHA – Joca: você já disse oi para as crianças.

JOCA – Puxa vida, viu? E agora? Pra quem eu vou dar oi?

CLARINHA – Não tem mais ninguém, Joca.

JOCA – Ah, tem sim: oi adultos! Oi!

CLARINHA – Oi adultos!

JOCA – E agora? Quem está faltando?

CLARINHA – Não está faltando mais ninguém, Joca. Você deu oi para todos os adultos. Isso inclui
o pessoal da música, os ministros da eucaristia, a equipe da missa, os pais e mães, todo mundo.

JOCA – (pensativo) Hum... Hum…

CLARINHA – Agora acabou mesmo, Joca.

JOCA – Ah, não acabou não.

CLARINHA – Acabou sim, Joca.

JOCA – Tem uma pessoa que ainda não ganhou oi hoje.

CLARINHA – Quem, Joca?

JOCA – Eu não dei oi pra essa pessoa.

CLARINHA – (ao público) Mas quem será?

JOCA – Sou eu mesmo! Oi Joca! Tudo bem?

CLARINHA – Eu nunca vi ninguém dar oi pra si mesmo, viu, Joca?

JOCA – Agora você viu. Rê, rê.

CLARINHA – Ah, Joca, viu?

JOCA – Clarinha: eu queria falar uma coisa.

CLARINHA – Fala, Joca.

JOCA – Eu sempre ouço falar que Jesus tinha 12 discípulos, Clarinha.

CLARINHA – É isso mesmo, Joca. Os 12 discípulos seguiam Jesus por todos os lugares que ele ia.

JOCA – Por que?

CLARINHA – Porque eles queriam ouvir os ensinamentos de Jesus.

JOCA – E quem eram os 12 discípulos, Clarinha?

CLARINHA – Na história de hoje nós vamos ver, Joca. Naquele tempo Jesus chamou os 12
discípulos e lhes deu o poder para curar doenças.
(entra Jesus. Clarinha vai falando os nomes e os discípulos vão entrando pelo outro lado, ficando ao
lado de Jesus).

CLARINHA – Primeiro Jesus reuniu os 12 discípulos: Pedro, André, Tiago, João, Felipe,
Bartolomeu, Tomé, Mateus, Tiago filho de Alfeu, Tadeu, Simão e Judas.

JOCA – São 12.

CLARINHA – Então Jesus disse:

JESUS – Vão e anunciem a todos: o Reino de Deus está próximo.

CLARINHA – Os discípulos então foram cumprir a missão que Jesus lhes deu.
(os discípulos saem por um lado e Jesus sai pelo outro).

JOCA – Puxa vida, Clarinha! Eu queria estar lá com Jesus, e também sair anunciando o Reino de
Deus.

CLARINHA – Mas você pode, Joca.

JOCA – Sério?

CLARINHA – Claro. Vamos anunciar o Reino de Deus a todos que nós conhecemos: parentes…

JOCA - ... amigos…

CLARINHA - ... vizinhos, todo mundo.

JOCA – Que legal!

CLARINHA – Vamos convidar um amigo ou uma amiga para vir à igreja no domingo que vem. A
igreja é a casa de Deus e aqui nós podemos ouvir os ensinamentos de Jesus.

JOCA – Eu gostei da ideia! Quanto mais gente no caminho do bem, melhor!

CLARINHA – É isso mesmo, Joca! (ao público) Vocês também podem convidar uma pessoa para
vir à missa, tá bom? Pode ser criança e pode ser adulto, tá?

JOCA – É, convidem seus amigos. Daí eles vão me conhecer, tá?

CLARINHA – Joca: o mais importante é conhecer Jesus.

JOCA – Tá certo, Clarinha! O mais importante é conhecer Jesus.

CLARINHA – E dizer assim: eu te amo, Jesus!

JOCA – Vamos falar todo mundo junto?

CLARINHA – Vamos. No 3, hein?

JOCA – Então é 1, é 2, é 3:

JOCA e CLARINHA – Eu te amo, Jesus.

JOCA – Mais forte! Vamos lá! É 1, é 2, é 3:

JOCA e CLARINHA – Eu te amo, Jesus!

CLARINHA – Muito bem!

JOCA – Êba!

CLARINHA – Tchau pra vocês!

JOCA – Tchau!

CLARINHA – Tchau!

JOCA – Tchau!
(saem)


F i m



Esse texto faz parte da coleção de livros Teatro na Missa das Crianças e na Catequese.
Você pode adquirir um dos livros ou o kit completo.
Disponível em livros digitais e DVD-livros.
Saiba mais na nossa lojinha:
www.tvcriancacatolica.com.br/lojinha


www.tvcriancacatolica.com.br










www.tvnossasenhoradefatima.com.br








http://www.apenossasenhoradefatima.com.br/p/blog-page_6.html
http://teatronamissadascriancas.blogspot.com.br/p/quem-somos-nos.html













Jogral - Corpus Christi




Datas Especiais - CORPUS CHRISTI
Ano A – João 6, 51-58
de Emílio Carlos

CRIANÇA 1 – Jesus está vivo!

TODOS – Está no meio de nós!

CRIANÇA 1 – Na Eucaristia!

TODOS – Na hóstia consagrada!

CRIANÇA 1 – Quem alimenta

CRIANÇA 2 - seu corpo,

CRIANÇA 3 – sua mente,

CRIANÇA 4 – sua alma

TODOS – com Jesus,

CRIANÇA 1 – nunca morrerá.

CRIANÇA 2 – Nunca morrerá!

TODOS – Mas terá
vida eterna.

CRIANÇA 1 – Jesus

CRIANÇA 2 – é o pão

CRIANÇA 3 – que dá vida,

CRIANÇA 4 – que alimenta nossa alma,

TODOS – que desceu do céu.

CRIANÇA 1 – Jesus

CRIANÇA 2 – é o meu refúgio

CRIANÇA 3 – para minha alma

CRIANÇA 4 – cansada.

CRIANÇA 1 – Em Jesus

CRIANÇA 2 – encontro a paz.

TODOS – Paz verdadeira!

CRIANÇA 3 – Encontro o amor.

TODOS – Amor verdadeiro!

CRIANÇA 4- Encontro a luz.

TODOS – Luz eterna
que brilha
em meu caminho.

CRIANÇA 1 – Aleluia!

TODOS – Aleluia!

CRIANÇA 1 – Amém!

TODOS – Amém!

F i m



Esse texto faz parte da coleção de livros Teatro na Missa das Crianças e na Catequese.
Você pode adquirir um dos livros ou o kit completo.
Disponível em livros digitais e DVD-livros.
Saiba mais na nossa lojinha:
www.tvcriancacatolica.com.br/lojinha


www.tvcriancacatolica.com.br










www.tvnossasenhoradefatima.com.br








http://www.apenossasenhoradefatima.com.br/p/blog-page_6.html
http://teatronamissadascriancas.blogspot.com.br/p/quem-somos-nos.html













Texto teatral - A MISSÃO DE JESUS - Santíssima Trindade - Ano A




A MISSÃO DE JESUS
Santíssima Trindade – Ano A
João 3, 16-18

de Emílio Carlos

JOCA – (entra) Oi pessoal!

CLARINHA – (entra) Oi pessoal!

JOCA – Clarinha: eu vou dar um “oi pessoal” bem caprichado agora, hein?

CLARINHA – Bem caprichado, Joca?

JOCA – É. Que ver como é que é?

CLARINHA – Eu quero, Joca.

JOCA – Então lá vai: oi peeeee-ssoooooo-aaaaaallll!

CLARINHA – Joca, que estranho!

JOCA – Não é estranho, Clarinha. É caprichado. Ó: oi peeeee-ssoooooo-aaaaaallll!

CLARINHA – É, foi caprichado mesmo.

JOCA – Foi mesmo, Claaaaaa-riiiiii-nhaaaaaaa!

CLARINHA – Joca!

JOCA – O que foi, Claaaaa-riiiiii-nhaaaaaa!

CLARINHA – Para de caprichar, vai.

JOCA – Tá bom. Se prefere…

CLARINHA – Prefiro, Joca.

JOCA – Tá certo, então.

CLARINHA – Ô, Joca: você prestou a atenção na catequese de hoje?

JOCA – Ô! Como sempre.

CLARINHA – (ao público) Esse era o meu medo.

JOCA – Eu prestei atenção. Quer ver?

CLARINHA – Quero.

JOCA – Eu sei que Jesus veio pra... pra... bom, ele veio. E que todos que... que... fizerem alguma
coisa vão... é... vão... então, é isso aí.

CLARINHA – Joca: você não prestou a atenção na tia Clarice. De novo!

JOCA – Ô, Clarinha! Claro que eu prestei atenção.

CLARINHA – Joca!

JOCA – Certo... eu prestei mais ou menos a atenção…

CLARINHA – Joca!

JOCA – Tá bom: eu não prestei atenção tanto assim. Me ajuda então, né?

CLARINHA – Tá bom. Olha: Deus enviou Jesus ao mundo para nos salvar.

JOCA – Mas salvar do que?

CLARINHA – Do pecado, Joca. Do caminho do mal. Do inimigo.

JOCA – Ah!

CLARINHA – Porque nós temos dois caminhos pra escolher: o caminho do bem e o caminho do
mal. O caminho do bem é o caminho de Jesus.

JOCA – E o outro caminho?

CLARINHA – O caminho do mal é o do... (olha para baixo) lá de baixo.

JOCA – Deus me livre! Esse caminho eu não quero não.

CLARINHA – Então que caminho você vai escolher?

JOCA – Eu escolho o caminho do bem: o caminho de Jesus!

CLARINHA – Êba!

JOCA – Eu quero o caminho de Deus!

CLARINHA – Muito bem, Joca! Todos que acreditam em Jesus serão salvos e terão a vida eterna.

JOCA – Êba! Eu acredito em Jesus!

CLARINHA – Jesus é a luz que veio ao mundo para nos mostrar o caminho do bem.

JOCA – Quem é bom ama Jesus com todo o seu coração.

CLARINHA – É isso mesmo, Joca!

JOCA – Quem ama Jesus aí, levante a mão!

CLARINHA – Eu!

JOCA – Quem ama Jesus levante a mão!

CLARINHA – Eu!

JOCA – Eu também!

CLARINHA – Então vamos cantar uma música pra Jesus?

JOCA – Vamos!

CLARINHA – (ao público) Cantem com a gente, tá bom?

JOCA – Vamos lá!

(cantam a música).

JOCA – Tchau pra vocês!

CLARINHA – Tchau!

JOCA – Tchau!

CLARINHA – Tchau!

(saem de cena).

F i m



Esse texto faz parte da coleção de livros Teatro na Missa das Crianças e na Catequese.
Você pode adquirir um dos livros ou o kit completo.
Disponível em livros digitais e DVD-livros.
Saiba mais na nossa lojinha:
www.tvcriancacatolica.com.br/lojinha


www.tvcriancacatolica.com.br










www.tvnossasenhoradefatima.com.br








http://www.apenossasenhoradefatima.com.br/p/blog-page_6.html
http://teatronamissadascriancas.blogspot.com.br/p/quem-somos-nos.html













Texto teatral - A DESPEDIDA DO PADRE - para Catequese, Missa com Crianças e Coroinhas




Escrevi esse texto em homenagem a dois padres de quem gostamos muito e estão mudando de paróquia. Rezamos por eles e também por todos que ficarão como nós com muita saudade.
Agradecemos e não nos esquecermos de todos esses anos à frente do Santuário pela dedicação dos dois: Monsenhor Eugênio e Padre Paulinho.


A Despedida do Padre


de Emílio Carlos


CLARINHA – (entra) Oi pessoal! De novo: oi pessoal!

JOCA – (entra chorosinho) Snif. Snif.

CLARINHA – Oi Joca!

JOCA – Snif. Snif.

CLARINHA – Joca. Você não vai dizer “Oi Clarinha, oi pessoal”?

JOCA – Não. Eu não vou dizer nada disso. Snif.

CLARINHA – Por que, Joca?

JOCA – Porque eu vou chorar! (chora exageradamente)

CLARINHA – Joca.

JOCA – (chora)

CLARINHA – Joca.

JOCA - (chora)

CLARINHA – Joca: por que você está chorando?

JOCA – (fala choroso) Será que você é a única da paróquia que ainda não está sabendo?

CLARINHA – Sabendo do que, Joca?

JOCA – O padre Eugênio… vai embora!!! (chora)

CLARINHA – Joca…

JOCA – (chora)

CLARINHA – Eu estou sabendo, Joca.

JOCA – E você… não chora? (chora)

CLARINHA – Eu fico triste sim, Joca. Eu também vou sentir saudades.

JOCA – Então... (chora)

CLARINHA – Joca, você tem que pensar assim: o padre Eugênio já cumpriu sua missão aqui com a gente. Agora Deus tem uma missão para o padre Eugênio em outro lugar.

JOCA – Eu sei… Mas e a gente? Como é que fica?

CLARINHA – A gente fica com todas as boas lembranças do padre Eugênio. 

JOCA – Puxa! E são muitas lembranças, né Clarinha?

CLARINHA – É mesmo, Joca. O padre Eugênio sempre foi muito atuante aqui na paróquia.

JOCA – Clarinha: você se lembra daquela vez que…

(aqui passam-se slides de fatos marcantes da vida do padre junto à comunidade. Os slides são comentados pelos fantoches. Pode-se também falar sobre “causos” que não tem slides mas que merecem ser lembrados.)

(outra sugestão: gravar pequenos vídeos com celular de pessoas da comunidade falando rapidamente sobre o padre e/ou desejando tudo de bom nessa nova fase da vida dele)

(Cuidado para não ficar longo demais)

JOCA – Puxa, é muita lembrança boa, né Clarinha?

CLARINHA – É verdade, Joca. O padre Eugênio sempre foi muito querido aqui por todos nós.

JOCA – Então, Clarinha: mas e agora? A gente nunca mais vai ver o padre Eugênio! Puxa vida!


CLARINHA – Tambem não é assim, né Joca? A internet existe pra que? 

JOCA – Pra gente jogar joguinho e fazer fofoca? Ops, falei demais…

CLARINHA – Ah, Joca, viu? A gente também usa a internet pra ter contato com as pessoas que a gente gosta. Por exemplo? O padre Eugênio.

JOCA – Boa ideia, Clarinha!

CLARINHA – Você pode ser amigo do padre Eugênio no facebook e pode curtir a página dele no face também.

JOCA – Olha, que legal!

CLARINHA – Assim a gente sempre vai ver o que o padre Eugênio está fazendo. E pode até mandar mensagens pra ele – que ele vê e  responde, viu Joca?

JOCA – Ah, eu gostei, Clarinha!

CLARINHA – Mas sabe o que é mais importante, Joca?

JOCA – O que, Clarinha?

CLARINHA – É a gente rezar pelo padre Eugênio. Vamos rezar pedindo à Nossa Senhora que o abençoe sempre na sua nova missão. Todo dia, viu Joca?

JOCA – Ah, eu vou rezar todo dia pelo padre Eugênio.

CLARINHA – Então vamos começar agora rezando uma Ave Maria por ele. Vamos lá, todos juntos. Ave Maria…

(depois da oração)

JOCA – E agora uma música bem legal pra gente agradecer o padre Eugênio por tudo que fez por nós! Êba!

CLARINHA – É isso aí, padre Eugênio!

(música e fim)

Texto teatral - PENTECOSTES - para crianças





PENTECOSTES
Páscoa – Ano A
João 20, 19-23
de Emílio Carlos


JOCA – (entra) Oi pessoal!

CLARINHA – (entra) Oi pessoal!

JOCA – Oooooooooooooi!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oooooooooooooi!

CLARINHA – Oi!

JOCA – Oooooooooooooooooooooooi! (perde o equilíbrio e cai)

CLARINHA – Joca! Joca! Você está bem?

JOCA – (volta) Estou... rê, rê.

CLARINHA – O que aconteceu, Joca?

JOCA – Eu perdi o equilíbrio, Clarinha.

CLARINHA – Ah, Joca, viu? Tem que ter cuidado.

JOCA – Eu sei. Mas é que estava legal fazer “oooooooooooooooooooooi”... (cai de novo)

CLARINHA – Joca! Joca!

JOCA – (volta vagarosamente) Essa doeu.

CLARINHA – Ah, Joca, viu?

JOCA – É melhor parar com esse negócio de ooooo.... (interrompe) oi. Rê, rê.

CLARINHA – Eu também acho, viu Joca?

JOCA – Clarinha: eu queria perguntar uma coisa.

CLARINHA – Fala, Joca!

JOCA – Hoje é dia de Pentecostes?

CLARINHA – É sim, Joca.

JOCA – É a festa de Pentecostes?

CLARINHA – É sim, Joca.

JOCA – Que legal! Festa! Êba!

CLARINHA – É legal mesmo, Joca.

JOCA – Puxa, que legal! É dia de festa!

CLARINHA – E você sabe por que hoje é festa, Joca?

JOCA – Porque hoje é dia de Pentecostes!

CLARINHA – E você sabe o que aconteceu no dia de Pentecostes?

JOCA – Claro que sim, Clarinha. No dia de Pentecostes... bem, como é que eu vou explicar… aconteceu assim... e daí festa! Êba!

CLARINHA – Joca: você não explicou nada.

JOCA – É... não expliquei mesmo... O que aconteceu no dia de Pentecostes?

CLARINHA – Depois que Jesus foi crucificado…

JOCA - ... e morreu na cruz…

CLARINHA - ... Jesus então ressuscitou.

JOCA – Até aí tudo bem!

CLARINHA – Jesus ficou uns dias com seus discípulos e depois…

JOCA – subiu aos céus!

CLARINHA – Isso mesmo, Joca! Foi a Ascensão de Jesus ao céu.

JOCA – E daí acabou a história, né Clarinha?

CLARINHA – Não, Joca! A história continua.

JOCA – Mas Jesus subiu aos céus, foi sentar ao lado direito de Deus... O que mais aconteceu?

CLARINHA – Uma coisa muito importante, Joca. Cinquenta dias depois da ressurreição de Jesus os discípulos estavam todos reunidos.

JOCA – E Nossa Senhora?

CLARINHA – Nossa Senhora estava junto com os discípulos. E daí sabe o que aconteceu?

JOCA – (interessado) Não! O que?

(entra cartaz com ilustração de Pentecostes).

CLARINHA – Ouviu-se um ruído como se fosse um vento muito forte. O Espírito Santo desceu sobre eles em forma de línguas de fogo.

JOCA – Olha, que legal!

CLARINHA – E então os discípulos começaram a falar de Jesus para todo mundo. E todo mundo entendia o que os discípulos falavam – até os quem eram de outros países e falavam outras línguas.

JOCA – Impressionante, Clarinha!

CLARINHA – E assim se cumpriu outra promessa de Jesus: os discípulos foram batizados no Espírito Santo.

JOCA – Eu me lembro que uma vez Jesus disse que ia para o céu, mas que ia mandar o Espírito Santo para ficar com a gente.

CLARINHA – E Jesus sempre cumpre suas promessas, Joca.

JOCA – É mesmo, Clarinha!

CLARINHA – Deus envia o Espírito Santo à cada um de nós. Por isso vamos abrir nosso coração ao Espírito Santo. Vamos falar de Jesus à todos. Vamos testemunhar o Evangelho com nossas vidas,
agora e sempre!

(Música)

JOCA – Vamos cantar bem bonito, tá?

CLARINHA – Todo mundo junto!

(após a música)

JOCA - Tchau pessoal!

CLARINHA – Tchau!

JOCA – Tchau!

CLARINHA – Tchau!

(saem)

F i m